Controle de mosquito da dengue deve ser diário

Controle de mosquito da dengue deve ser diário

Após monitoramento periódico, foram encontrados e combatidos focos de mosquitos da dengue no dissipador localizado na travessa Corumbá e em algumas piscinas em residências do Residencial.

Em 2015 e 2016, a Associação fez uma campanha para o controle do mosquito da dengue com a vistoria em casas habitadas, obras em andamento e paralisadas e, até mesmo, em lotes, ruas e instalações do RSM. As visitas tinham como objetivo localizar todo e qualquer criadouro das larvas dos insetos. Também atou com o monitoramento dos focos em lotes ao redor.

Porém a diretoria informa que as ações de controle devem ser constantes. Esse é um trabalho continuo e depende do apoio e vigilância de todos, uma vez que eliminar estes insetos não é possível, mas controlar a região de forma que a incidência não seja percebida pode e deve ser feito.

O mais importante é manter a vigilância constante, especialmente em residências e obras, e avisar a Associação nos casos de aumento dos mosquitos. Faça sua parte!

LEMBRETE

Confira, abaixo, algumas recomendações importantes para o controle do mosquito da dengue em sua propriedade:

  • Faça monitoramento frequente em sua residência e/ou obra;
  • Em boa parte das casas a rede de águas pluviais interna vem com uma caixa de passagem em que o ralo tem uma tampa com orifícios grandes, é aconselhável que se coloque cimento no fundo para água não empossar e/ou tela na tampa de modo que impeça o adulto de entrar e colocar os ovos;
  • Piscinas tratadas com cloro e cuja água é filtrada não estão livres de se tornar um criadouro de mosquito. Em 2015 e 2016, foram encontradas várias piscinas, em uso e não, com muita larva. É preciso ficar atento;
  • Casas em obra, em que as lajes acumulam água das chuvas, podem conter larvas;
  • Barracos abandonados, com vários objetos possíveis de serem contaminados são ameaça constante;
  • Larvas em telhados, lajes, latas e recipientes de todos os tamanhos, ralos, marmitas descartadas, muros, espelhos d’agua, lonas abandonadas, piscinas em uso e/ou não, bromélias, caixas de passagem de esgotos, águas pluviais, estação de tratamento de esgoto, material abandonado de obras, banheiros inutilizados, tanques, caixas d’agua, casa de máquinas de piscinas, enfim, todo e qualquer recipiente de qualquer tamanho que possa acumular água pode se transformar em um criadouro;
  • As calhas são pontos importantes de atenção, são de variados tipos, tamanhos, modelos, de fácil ou difícil acesso e podem ter sido mal instaladas não tendo a declividade necessária ou ter pontos que formam poças tanto no meio delas como nas extremidades entupidas por folhas ou outros objetos;
  • Outro procedimento importante é fazer furos em containers e lixeiras para que, quando abertas, a água de chuva não emposse no interior.

Veja como chegar no Residencial Santa Monica

Controle de mosquito da dengue deve ser diário
5 (100%) 1 vote
Compartilhe: